Decoração gótica: qual é o conceito e como aplicar em casa

decoracao-gotica-qual-e-o-conceito-e-como-aplicar-em-casa

A decoração gótica vem diretamente da arquitetura gótica surgida no século XII, esse estilo é composto por cores escuras, objetos pontiagudos, peças ornamentais e demais características que levam a um visual místico, elegante e luxuoso.

Para muitos a decoração gótica pode ser um tanto pesada e exagerada, justamente por proporcionar uma estética que remete ao passado e carrega o peso de construções antigas. Por outro lado, algumas pessoas são atraídas por esse visual escuro, dramático e misterioso.

Para saber mais sobre a origem da arquitetura gótica e como aplicá-la nos dias atuais, continue neste artigo.

Arquitetura da arte gótica

A arquitetura da arte gótica teve o seu surgimento na França durante o século XII e logo se espalhou pela a Europa, de modo que a estética ficou muito famosa na região com suas estruturas simétricas e ornamentais.

Contando com as cores escuras, arcos pontiagudos, janelas altas, vitrais, ornamentação e mobília com materiais de alta qualidade, essa arquitetura se popularizou principalmente entre as construções de cunho religioso, tal como as igrejas e catedrais. Contudo, com o passar dos anos, a estética também passou a ser aplicada em universidades, prédios e casas. Atualmente as características góticas são muito utilizadas em âmbito residencial principalmente no lado europeu e norte americano.

Arquitetura gótica características

O termo “gótica” inicialmente foi usado de forma pejorativa para indicar aquilo como algo bárbaro e até primitivo quando comparado a decoração clássica. Esse nome foi dado devido às características dessa estética.

A arquitetura gótica foi criada com base na arquitetura românica, bizantina e islâmica, além da cultura medieval. Com a influência desses estilos se formou uma nova estética repleta de elementos um tanto primitivos, sendo assim, até mesmo nos dias atuais a arquitetura gótica remete a algo antigo e grotesco.

Confira as principais características da arquitetura gótica:

  • Cores escuras – tons escuros como o preto, roxo purpura, azul escuro, vermelho bordo e verde escuro representam riqueza, mistério e drama, se encaixando na estética;
  • Janelas altas – janelas altas e estreitas que vão do chão ao teto fazem sucesso na arquitetura gótica, principalmente quando é acompanhada por vitrais coloridos;
  • Torres – torres altas, esguias e pontiagudas fazem parte da estética externa, sendo um grande diferencial em casas;
  • Abóbadas – são estruturas curvadas que servem como cobertura entre muros ou pilares;
  • Ornamentação – construções com detalhes ornamentais bem elaborados em gárgulas, rosas, cruzes e figuras místicas, todos entalhados a *mão de forma minimalista;
  • Iluminação – a iluminação é indireta e difusa, preferencialmente em tons de amarelo ou branco quente, oferecendo uma luminosidade sutil e dramática;
  • Mobílias ornamentais – a mobília também conta com detalhes ornamentais, topos pontiagudos e pés minuciosamente esculpidos, geralmente tendo a madeira escura e o veludo como principais materiais;
  • Materiais de alta qualidade – para a fabricação de móveis e estruturas eram utilizados materiais de alta qualidade, tais como a madeira nobre, veludo, seda e vitrais;
  • Acessórios – os acessórios para compor a decoração são os tapetes com padrões artísticos bem elaborados, cortina de veludo, espelhos com molduras escuras ornamentais, estatuetas de gesso ou porcelana, velas, apetrechos religiosos, candelabros e demais;
  • Simetria – a decoração e arquitetura gótica contam com a simetria, geralmente espelhando os elementos em ambos os lados e seguindo sequências.

Arquiteturas góticas

Dentro da arquitetura gótica, há duas variações que contam com alguns elementos que dão um diferencial na estética. Sendo uma delas o modelo mais tradicional e a outra algo sutil, sendo interessante para quem deseja suavizar o efeito da decoração gótica.

Veja quais são essas variações:

Arquitetura medieval gótica

a arquitetura medieval gótica surgiu durante a idade média e essa por sua vez possui ainda mais características da estética medieval, sendo eles os arcos pontiagudos, os vitrais coloridos, as abóbadas de nervuras, colunas ornamentais, portais ornamentais, e materiais como tijolos, pedras e vidro. O principal objetivo dessa arquitetura é transmitir mensagens religiosas e a influência de tal;

Arquitetura romântica e gótica

já a arquitetura romântica gótica se desenvolveu no século XIX na Europa e nos Estados Unidos, sendo uma forma menos elaborada da anterior, tendo como características principais o revivalismo da arquitetura gótica medieval, a presença de peças ornamentais mais voltadas a decoração, e a utilização de materiais modernos como o ferro e o concreto. O objetivo dessa arquitetura é reviver o gótico medieval transparecendo romantismo, fantasia e heroísmo.

Decoração gótica

A decoração gótica é inspirada na arquitetura e arte gótica. Antigamente essa estética era bastante carregada, mas atualmente é possível aplicá-la em casa sem que fique com esse efeito pesado. Fazer a decoração de modo mais sutil deixa a casa menos antiquada e mais sofisticada.

Assim como na arquitetura gótica, a decoração também utiliza elementos como as cores escuras e peças ornamentais.

Para decorar a casa nesse estilo é ideal começar selecionando as cores, dentre a paleta dos tons escuros, busque aquela que mais te agrada podendo ser verde, vermelho, roxo ou qualquer outra tonalidade que possa combinar com a madeira escura e a baixa luminosidade.

Sabendo quais cores irá aplicar nas paredes e peças decorativas, chegou a hora de escolher os móveis. Lembre-se que as características de mobílias góticas são a madeira escura, como um dos materiais principais, e detalhes ornamentais nas peças. Para adaptar melhor a atualidade, você pode optar também por móveis pretos ou em um tom de marrom mais claro. A mobília pode ser encontrada em lojas de móveis usados, mas também é uma ótima opção recorrer aos móveis planejados, solicitando os mesmos da maneira que preferir.

Agora que já tem as paredes pintadas e os móveis, chegou o momento ápice da decoração, ou seja, a aplicação de enfeites e peças decorativas. Comece pelas cortinas e tapetes, preferindo aqueles feitos de veludo e na cor escolhida por você inicialmente. Depois passe para os demais itens, dentro dessa categoria são excelentes opções estas citadas abaixo:

  • Espelhos com moldura escura;
  • Estatuetas de gesso ou porcelana;
  • Itens religiosos;
  • Livros;
  • Velas;
  • Tapeçarias místicas ou sombrias;
  • Lustres de ferro;
  • Figuras místicas;
  • Castiçais;
  • Símbolos;

Lembre-se que a decoração gótica deve oferecer ao ambiente a sensação de mistério, fascínio, drama e elegância.

Casa gótica

Você pode utilizar uma estrutura simples para aplicar a decoração gótica, bem como pode agregar alguns elementos à arquitetura para que fique ainda mais similar a este conceito. Algumas formas de fazer isso são, fazendo alguns detalhes ornamentais com gesso no teto e nas paredes, preferindo janelas longas e estreitas, pintando as paredes ou colocando papel de parede em tons escuros e priorizando o piso de madeira.

Realizando essas reformas básicas você já consegue deixar o ambiente mais semelhante a estética gótica e propícia para receber a decoração.

Sala gótica (h3)

a sala é o espaço de recepção de visitas e qualquer pessoa que frequente a residência, por isso a decoração deve ser realizada com muita atenção e se atentando a detalhes. Inclua sofá e poltronas de madeira com detalhes ornamentais e veludo, estante de livros, espelhos grandes com moldura escura, quadros artísticos em tons escuros, cortina longa de veludo, tapete de com estampa sequencial, lustre de ferro, candelabros, velas, estatuetas e itens de cunho místico/religioso;

Cozinha gótica

para a cozinha é interessante investir na decoração gótica medieval, esse espaço tem como foco principal a mobília, por isso não acaba sendo muito exagerado investir em uma decoração gótica mais tradicional. Invista em mobília de madeira escura esculpida com detalhes ornamentais, pegadores de armários de ferro, ganchos nas paredes para pendurar utensílios, castiçais, candelabros, talheres e panelas de prata, bancadas ou paredes revestidas com pedras e tijolos;

Quartos góticos

o quarto gótico costuma exalar algo místico, uma recomendação é a utilização de tons de preto, roxo ou vermelho para esse cômodo. A decoração do quarto se baseia em mobílias de madeira escura ou pintados de preto com detalhes ornamentais (cabeceira da cama, penteadeira, armário, etc), roupas de cama de veludo, longas cortinas de veludo, lustre de ferro e cristal, espelho redondo com moldura de madeira escura ou ferro, vasos de flores de porcelana (geralmente rosas brancas ou vermelhas) e itens decorativos místicos.

Conclusão

A decoração gótica pode ser muito interessante para pessoas que possuem um lado místico ou de alto teor religioso, também para os que procuram deixar o ambiente misterioso e elegante. Contudo, essa temática conta com elementos muito pesados visualmente e cores escuras, o que pode acabar deixando a casa com baixa luminosidade e até mesmo com um aspecto melancólico.

Por isso, tenha certeza do que deseja antes de investir nesse modelo decorativo. Caso aprecie a estética, mas esteja com receio de a mesma deixar a casa muito carregada, aconselhamos que pesquise mais sobre a decoração vitoriana que apesar de contar com elementos similares, essa por sua vez possui uma estética mais leve.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn